domingo, 16 de dezembro de 2007

Casamento

Ontem fui a um casamento de um amigo. Sinceramente eu não gosto de casamento... não pelo casamento, mas em ter que colocar terno... eu odeio terno... Aliás eu não entendo porque existe terno. Tem alguém que se sinta confortável com um terno?... Então porque que a gente tem que se usar essa porcaria???
Bom mas o negócio foi o casamento... Foi muito legal, a começar pelo convite... foto dos noivos e textos descontraídos já davam a dica de como seria o evento... Como minha esposa e minha filha não foram, não atrasei para sair de casa e fui o primeiro a chegar... legal, assim deu para curtir a vista que a casa na Ilha Porchat tinha da baía de São Vicente e do horizonte longínquo do mar... inspirador...
A cerimônia foi no jardim... não em um jardim qualquer, um jardim de uma mansão na Ilha Porchat... com bancos brancos, tapete vermelho, muitas flores, um belo sol, árvores, brisa do mar, música boa, gente bonita e uma aura clara envolvendo tudo... parecia casamento de filme americano, manja?
A noiva atrasou 1 hora, mas estava tão gostoso ali que não deu nem para sentir... e aí ela chegou... e matou a pau.
Todas noivas são bonitas, pensei, mas esta estava maravilhosa... não sou de notar estas coisas , mas o vestido branco, liso, com uma cauda curta só até os pés e um véu bordado, semi transparente que mais parecia um manto indo da cabeça até atrás do joelho, mostrando apenas o rosto liso, lindo, bem contornado por uma maquiagem adequada deu um ar celestial de arrepiar.... uma paradinha no alto da escada para o mundo todo reverenciar sua beleza e pronto... mais um sinal divino se manifestou e tudo voltou ao seu ritual normal.
Voltei a pensar: todas as noivas são bonitas... e no dia do casamento em especial tanto os noivos como elas estão com uma alegria tão espontânea, tão grande, com tanta vida e tanta luz saindo deles que acabam contagiando todo mundo que está junto...
Seria perfeito se esta alegria, esta aura e esta luz continuassem brilhando e contagiando cada um pelo resto dos dias na vida de todos os casais... a gente não deveria esquecer este dia... porque ali, naquele dia o casal (que sabe o que está fazendo, é claro) vive e assume com toda sua emoção e seu coração um ao outro pelo real e divino motivo pelo qual estão se unindo... legal que em cada casamento eu revivo tudo isso de novo....
Ah e sabem qual o prato o buffet serviu??? - Pizza...
Meus amigos, sejam felizes!!!

2 comentários:

Fabio disse...

Grande Marcão...
Com certeza, o casamento é uma das maravilhas da nossa vida. Sua descrição deste "especial" acontecimento me emocionou e me fez relembrar o dia mais feliz da minha vida que agora, também, fica eternizado nas sua palavras. Foi e está sendo realmente especial.
Obrigado e acredite que um dos outros momentos especiais que acontecem é a descoberta de novos grandes amigos. Como você mesmo já escreveu, "amizade é coisa séria".
Pode ter certeza que aqui você tem grande amigo para todas as horas.
Obrigado pelo carinho.
Fábio Cappellini

Anônimo disse...

O casamento é mágico, ainda mais qdo acertamos em cheio. Mas, com o tempo e a correria do dia-a-dia, as pessoas esquecem desta magia. Você têm razão, às vezes precisamos olhar para o passado e relembrar estes momentos únicos: o casamento, o nascimento de um filho, as grandes conquistas e as perdas....
Assim, damos mais valor as pessoas que nos rodeiam e com os quais fazemos a nossa história!

Mi