terça-feira, 14 de agosto de 2007

Restaurante Porta do Sol - "Do Paquito" (Mudou para Av. São Francisco 210)



O Porta do Sol ou “Restaurante do Paquito” é quase uma lenda... É algo semelhante àquele restaurante de Paris escondidinho, longe do alcance dos turistas, sem placa na porta, aconchegante, pequeno, simples, com um atendimento diferenciado e uma comida maravilhosa, daqueles que você nunca entraria sozinho.... Outra coisa, a conta parece que sempre vem errada... pra menos... Esse é o “Paquito”.
Tudo passa nas mãos do Paquito (Francisco só no R.G.). Começa na compra dos peixes e frutos do mar que ele mesmo vai escolher todos os dias para só então manuscrever o cardápio. Não sabe que prato pedir? Deixe o Paquito escolher. Ele cria os pratos, os temperos, a apresentação, as porções, faz os patês de entrada, a sobremesa, pega os pedidos, serve a comida, tira as mesas, serve o café, cobra, recebe e abraça na saída,... Sozinho. O restante da equipe fica nos bastidores. É um show, um espetáculo. Tem dia que tem Filet recheado, tem dia que tem Paella. E tem dia que tem tudo. Meus prediletos são: o Camarão 4 queijos e o Suflê de Bacalhau. Mas às vezes dá vontade de comer Tutu à Santista, Meca à Caiçara, Filet de Peixe com catupiry, Polvo com brócolis, Risoto, e por aí vai... sem contar com a Sangria de entrada... Por essas e outras que o “Paquito”, é referência de sabor e qualidade, merecedor de todas as honrarias... e pra mim o melhor restaurante que já conheci. O duro é ficar acordado depois do almoço... mais fotos no álbum de Fotos do Marcão: http://flickr.com/photos/12176436@N06/

5 comentários:

Romiti disse...

Paquito é tudo isso e ainda é nosso amigo!!!
Parabéns pelo texto; ele é mesmo merecedor.
abçs,
Marcello e Regina Romiti

Anônimo disse...

O Paquito merece os parabéns por tudo que ele faz e como serve as pessoas com prazer. O que diz a crônica é verdade. Voce come o que ele quer, e não o que vc gostaria. Ele sempre tem uma indicação boa para vc. Uma vez levei uma pessoa para almoçar comigo, e essa pessoa queria comer Filé a Parmegiana. Não é que o Paquito fez o cara comer camarão a 4 queijos. E o cara saiu de lá feliz da vida. Super satisfeito. E o Paquito ganhou mais um freguês, ou cliente, como queiram chamar.
Estou em falta com o Paquito, já fazem meses que lá não compareço. Mas nun ca deixarei de voltar no "Porta do Sol". - Lá frequentei durante 5 anos todos os dias almoçando com o meu grande amigo Vicente (do "Ao Falcão Negro").
Saudades do pessoal que frequentava todos os dias há alguns anos atrás como Dr. Idel Rocha, Dr. Torero, Dr. Geraldo Novaes e tantas outras pessoas ilustres da cidade como juizes, advogados, promotores, parlamentares, prefeitos, jogadores de futebol conhecidos, etc...
forte abraço a todos,
Betinho Nóbrega

Régis disse...

Marcão falou e disse. Não exagerou em nada, não se esqueceu de nada. Porta do Sol/Paquito é isso aí.
Estive lá 4 dias atrás, levado por um pessoal informadíssimo e já estou com saudade. Espero poder voltar logo.
Vida longa ao Paquito!

Régis - SP

Anônimo disse...

Por que nao:)

saviosoares disse...

Cade o endereco desse Paquito meu Deus?
Obrigado!