domingo, 9 de setembro de 2007

Picanha é no Manolinho



Geralmente, quando eu quero comer uma picanha, eu vou e faço. A única que me faz sair de casa pra ir comer é a do Manolinho. Não tem igual..., nem a minha. Ele segue um padrão único. Dá para imaginar um bar estilo fumacinha que sirva picanha bovina argentina, picanha suína, picanha de cabrito e Salmão grelhado? É..., este é o Manolinho. Completando o cardápio, coração de frango, lingüiça, agrião, farofa, molho de cebola, pãozinho e sorvete.... e só... Só o essencial. Quem quer comer mais do que isso é porque não gosta de churrasco... E não precisa de mais nada mesmo porque a cerveja estupidamente gelada completa com perfeição qualquer coisa que deixe a desejar. É em São Vicente? É pequeno? Fica cheio? Não tem ar-condicionado? Demora para atender?... Não tem problema, vale à pena... e muito. Não esqueça que é um bar tipo Fumacinha, só que não tem carne igual na Baixada. Por isso que quem conhece volta sempre. O atendimento quase pessoal do Manolinho e a descontração do ambiente familiar faz com que você se sinta numa churrascada no quintal de casa. Quer coisa melhor? Manolinho – Na primeira quadra da R.Duque de Caxias, que começa em frente ao castelinho do 2º BC de São Vicente, na Av. Antonio Emerich. Mais fotos no Album de Fotos.

3 comentários:

César Denari disse...

Marcão...finalmente nesse final de semana conheci o tão falado Heinz...fiquei pouco mas gostei muito do chopp claro e do petisco...já tomei chopps em vários lugares mas o chopp claro do Heinz passou o até então o melhor que eu já tinha tomado que era o do Bar Léo em SP...agora,tomei o chopp escuro e este não me agradou muito,já tomei melhores em vários lugares sendo que o melhor definitivamente ainda é o do sagrado Pinguim de Ribeirão Preto que vc deveria incluir no seu cardápio de visitas afinal ele também tem comidinhas de buteco muito boas...quando vc for lá me chame hein...abraçõs de seu primo César.

Marcão II disse...

Marcão,
desta vez fomos à essência: picanha, farofa e agrião.
A foto diz tudo!
Abraços,
Marcão II

Anônimo disse...

Encontrar um restaurante que sirva uma picanha de qualidade realmente é difícil, o Manolinho consegue chegar mais próximo no quesito qualidade e preço justo, eu daria uma nota 7, quanto ao serviço, é um capítulo a parte,as garçonetes simplórias e sua transparente rudeza intimidam um pouco, a falta de ar-condicionado dificulta bastante no verão, mas o que nos incomodou realmente foi a guerra que travamos com mosquitos ensandecidos sobrevoando e pousando sem trégua o campo de batalha, digo, a nossa mesa , enfim, é consenso em nosso grupo que o Manolinho é uma opção numa Baixada tão carente de qualidade, bom atendimento e preço justo. Para os que buscam uma boa picanha apenas e tão somente, a gente recomenda o Manolinho, aproveitem e tentem arrancar do proprietário/churrasqueiro um sorriso, afinal ... um sorriso a gente não esquece.